Palestra-show dá resultado?

5 de maio de 2015

aplausos-170A resposta para essa pergunta depende muito daquilo que você deseja alcançar com o evento. Se o seu objetivo é simplesmente divertir os colaboradores, então vá em frente e contrate uma palestra-show! Contudo, caso precise gerar uma mudança duradoura, esse tipo de fala não serve para a sua empresa.

Quem busca uma palestra-show já escolheu o que quer: entretenimento. Portanto, não espere que as pessoas saibam o que devem fazer quando seu evento chegar ao final; elas estarão alegres e eufóricas, mas ainda perdidas, na maioria das vezes.

Se você almeja uma transformação pessoal verdadeira e consistente em seus colaboradores após o evento, contrate uma palestra motivacional com conteúdo. Isto é, vá em busca de alguém que saiba transferir o conhecimento necessário de forma agradável e ainda tenha o que dizer de novo.

Quando as pessoas riem muito durante a palestra e ao seu término não conseguem expressar o que aprenderam, certamente assistiram a uma palestra-show. Quando elas deixam o auditório decididas a fazer algo diferente e ainda conseguem dizer os passos que darão dali em diante para concretizar a mudança, a palestra foi de conteúdo.

E como não errar na hora de contratar o palestrante, já que ambas aparentam ser motivacionais? Geralmente uma boa palestra de conteúdo é formada por três características:

– Conteúdo relevante. Converse com o palestrante para saber se o conteúdo central da fala dele está alinhado com as reflexões que você precisa provocar na equipe e entender qual a bagagem acadêmica que sustenta as ideias que ele defende.

– Roteiro da apresentação. Bons palestrantes costumam desenvolver suas ideias com um fio condutor muito claro. Procure saber como ele pretende motivar o público e o que fará para surpreendê-lo.

– Fala envolvente e dinâmica. Se o palestrante tem controle de palco, sabe contar “causos”, tem um ritmo de fala que segura a plateia e ainda é inspirador, o sucesso do evento está praticamente garantido.

Palestrante e consultor empresarial especialista em Formação de Lideranças, Desenvolvimento Gerencial e Gestão Estratégica, também é professor universitário em cursos de pós-graduação. Mestre em Administração de Empresas, possui MBA em Gestão Estratégica de Pessoas e é autor dos livros "Líder tático" e "O gerente intermediário", ambos publicados pela Ed. Qualitymark.

Você também irá gostar de ler:

Como eu comecei a fazer palestras De início já faço questão de deixar algo muito claro: ninguém nasce palestrante! Você começa fazendo uma apresentação aqui e outra ali, depois acontece de ministrar duas num curto espaço de tempo e o próximo passo parece inevitável: considerar a real possibilidade de construir uma carreira de palest...
Os recursos visuais numa palestra Já se foi o tempo em que muitos palestrantes faziam uso de transparências nos projetores de slides com o propósito de “colar” aquilo que estavam prestes a esquecer ou apenas encherem linguiça durante uma fala monótona. Os elementos multimídia hoje possuem um lugar de destaque nas palestras e como el...
Escreva e espalhe suas ideias Bom seria se pudéssemos estar em vários lugares ao mesmo tempo. Fisicamente não podemos, é claro, mas aquilo que produzimos sim! É por isso que um bom palestrante, além de disseminar seu conhecimento no palco, tem o hábito de escrever. Uma rotina que não serve apenas para reforçar as ideias que e...
Como nasce um palestrante? Existe uma longa lista de fatores que explicam o sucesso de um palestrante. Alguns são cativantes e desenvoltos, outros bem-humorados e também temos aqueles com uma bela história de vida para contar; contudo, quem está se apresentando há anos em grandes eventos e é respeitado pelo mercado, conseguiu...
Vale a pena fazer uma convenção da sua empresa? Quando você despende energia para reunir colaboradores, representantes de vendas, franqueados, fornecedores ou clientes num evento da sua empresa e ainda encara esse momento como uma ação estratégica, é porque já sabe que convenções criam ótimas oportunidades para entusiasmar as pessoas, alinhar tod...
Quanto tempo deve durar uma palestra? O tempo ideal para a fala de um palestrante varia dependendo do contexto. Se os ouvintes têm um grande interesse sobre o tema, pagaram ingressos e o apresentador ainda consegue prender a atenção de todo mundo com facilidade, pode se dar ao luxo de estender a fala. Contudo, se o assunto não apaixona ...